Diva, divaga, divagação

Ah meu destino. Esperei tanto tempo por ti.
Não me dava conta que tinha de buscar, te encontrar, te segurar!
Agora contigo me agarro visceralmente.
Qual de nós sobreviverá?
Não importa: “minha alma” agora sabe.
Tudo lhe entreguei!!!

Porto Alegre, 20 de julho de 2012

Anúncios

Sobre Artur Lopes

philosopher, musician, lover, freind, human Ver todos os artigos de Artur Lopes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: